CULTURA – Página: 2 – BRCN NEWS | Brazil China Business News | 巴西中国商报官网

Festival da Canção em Língua Portuguesa aproxima laços entre China e países lusôfonos

07/05/2018   12:31
BRCN NEWS

 

A 7ª edição do Festival da Canção em Língua Portuguesa foi realizada no domingo na Universidade dos Estudos Estrangeiros de Beijing (BFSU, em inglês). O evento aproximou os laços culturais entre a China e os países de língua portuguesa, mostrou a maior abertura da China e a prosperidade do ensino da língua portuguesa no país.

No festival, catorze grupos ou indivíduos provenientes de várias universidades chinesas apresentaram canções em grupo ou solo ao júri e representantes chineses e dos países da língua portuguesa, incluindo o vice-reitor da BFSU, Yan Guohua, o embaixador de Portugal, José Augusto Duarte, e a embaixadora de Cabo Verde, Tânia Romualdo, que elogiou o nível da língua e a escolha das canções cantadas pelos concorrentes.

No final, o vencedor do concurso foi uma dupla — Xu Yukun e Deng Chenchao — da Universidade de Comunicação da China, com a canção Águas de Março. An Yu da BFSU ficou em segundo lugar. Ele cantou Dia, Lugar e Hora. Os vencedores no terceiro lugar foram Liu Jie, da BFSU, com Amar Não É Pecado, e Ma Jiawei e Yuan Weiqiao, da Universidade de Estudos Internacionais de Xi’an, com a canção Caminho de Volta.

Segundo os organizadores, o evento teve como objetivo melhorar a comunicação entre os estudantes de português e as pessoas dos países de língua portuguesa. Através da interpretação de canções, divulga-se a diversidade de culturas dos países lusófonos na China, especialmente nas instituições universitárias.

O professor Márcio, professor brasileiro da BFSU e um dos jurados no concurso, assinalou que o Festival não é apenas um concurso, mas sim mais uma oportunidade de comunicação intercultural e multilateral entre a China e os países da língua portuguesa.

“Esta comunicação cultural é atraente e impressionante, dado que as canções não têm fronteiras e despertam o interesses das pessoas de qualquer idade. Quando os concorrentes se dedicam a preparar para as interpretações, estão a conhecer melhor as culturas destes países”, comentou Zhang Kexin, estudante da língua portuguesa na BFSU.

Para Zhang Kexin, o Festival não só divulga a cultura dos países de língua oficial portuguesa, como também mostra uma atitude amigável e acolhedora da China aos países da língua portuguesa.

Nos últimos anos, com a maior abertura chinesa e o avanço nas relações entre a China e os países lusôfonos, o ensino da língua portuguesa cresceu rapidamente na China. De acordo com Zhang Xiaofei, diretora do Departamento de Português da Faculdade de Espanhol e Português da BFSU, atualmente há mais de 40 universidades no país asiático onde se ensina a língua portuguesa, em comparação com apenas dois no final dos anos 1990.

“Desde o início do novo século, todos os anos tem surgido universidades chinesas onde se ensina o português a nível de graduação”, apontou.

Segundo Zhang, vários países de língua portuguesa se localizam ao longo da tradicional rota da seda marítima, e ela acredita que com a Iniciativa do Cinturão e Rota prosposta pela China, cada vez mais chineses aprendam o português e também por isso, haverá mais talentos para promover a Iniciativa e a abertura chinesa.

Fonte: Xinhua

Estátua de Karl Marx doada pela China é apresentada em Trier, Alemanha

  • maio 7, 2018

Uma estátua de filósofo alemão Karl Marx doada pela China foi apresentada em sua terra natal, Trier, neste sábado, o 200º aniversário de seu nascimento.

Manuscritos originais de Karl Marx estão em exposição na China

  • maio 3, 2018

O único manuscrito original de Karl Marx na China está em exibição desde a quinta-feira na Universidade de Nanjing, na capital da Província de Jiangsu, leste da China.

Seminário reúne acadêmicos brasileiros que pesquisam China para dois dias de debate

  • maio 3, 2018

Pesquisadores brasileiros que se dedicam a estudar aspectos da China - da literatura à filosofia, passando por economia e meio ambiente - estiveram reunidos na última semana na Unicamp, em Campinas, durante o 2º Seminário Pesquisar China Contemporânea. Ao todo, foram 29 painéis sobre a China, apresentados por professores de universidades brasileiras ou por pesquisadores dos níveis de mestrado e doutorado. A Unicamp mantém o Grupo de Estudos Brasil-China, responsável por organizar o evento.

1.500 novas palavras e expressões são inseridas ao vocabulário tibetano

  • maio 2, 2018

O comitê nacional de padronização do idioma tibetano divulgou as palavras e expressões, que surgiram principalmente do mandarim desde o 18º Congresso Nacional do Partido Comunista da China em 2012.

Aliança de treinamento de tradução é lançada para promover cultura chinesa no exterior

  • maio 2, 2018

Universidades chinesas associaram-se com editoras nacionais e estrangeiras e agências educacionais para treinar profissionais especializados na tradução de obras clássicas chinesas e filosofia.

Indústria cultural da China registra rápido crescimento de receitas no primeiro trimestre

  • maio 2, 2018

As receitas totais das companhias da indústria cultural da China cresceram 10,5% em termos anuais no primeiro trimestre de 2018, impulsionadas parcialmente pelo forte crescimento nos serviços de informação jornalística, de acordo com dados publicados na segunda-feira.

Tencent e Academia de Filmes de Beijing cultivam talentos da indústria cultural e criativa

  • abr 17, 2018

A gigante da internet chinesa Tencent fez uma parceria com a Academia de Filmes de Beijing (BFA, em inglês) para estabelecer uma escola para formar profissionais com visão global no setor cultural e criativo.

Local de nascimento de Confúcio construirá primeiro museu de professores da China

  • abr 16, 2018

Qufu, local de nascimento de Confúcio, na Província de Shandong, leste da China, divulgou planos para construir o primeiro museu do professor do país nos próximos dois a três anos.

Países do BRICS impulsionarão intercâmbios culturais através de exposições de arte

  • abr 16, 2018

Os países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) procuram melhorar os intercâmbios culturais através de exposições de arte nos museus nacionais, de acordo com Wu Weishan, presidente do Museu Nacional de Arte da China (MNAC).

CN
PT
Show Buttons
Hide Buttons