Home > Sem categoria > A rival chinesa da Tesla, Xpeng, pretende levantar até US$2 B com suas ações em Hong Kong

A rival chinesa da Tesla, Xpeng, pretende levantar até US$2 B com suas ações em Hong Kong

A fabricante de carros elétricos chinesa, Xpeng, pretende levantar quase US$2 bilhões em sua listagem em Hong Kong.
A empresa sediada em Guangzhou disse na quinta-feira que vai emitir 85 milhões de ações comuns Classe A a um preço não superior a o equivalente a US$23,19 cada. O preço final da oferta deve ser definido por volta de 30 de junho. A empresa pode chegar a levantar US$1,97 bilhão antes de taxas e impostos, pautando-se pelo valor da oferta máxima.
A Xpeng disse que usará os recursos da listagem de Hong Kong para expandir sua linha de produtos e desenvolver tecnologias mais avançadas, bem como marketing e otimizar seu processo de produção. A Xpeng enfrenta a concorrência crescente de outras empresas iniciantes como a Nio e a Li Auto, bem como a Tesla e as montadoras tradicionais que estão entrando no mercado de veículos elétricos na China.
Um fato curioso é que a empresa já está listada em Nova York. Sua oferta de ações em Hong Kong é incomum porque não é uma listagem secundária, como fizeram empresas como Alibaba e JD.com. Uma listagem secundária é quando uma empresa já possui um local de listagem principal, como os Estados Unidos, e passa a vender ações em outra bolsa.
Em vez disso, o Xpeng está fazendo o que é chamado de listagem primária dupla. Isso significa que estará sujeito às regras e supervisão dos reguladores tanto dos EUA, como os de Hong Kong, o que não é o caso de uma listagem secundária.
As empresas chinesas listadas nos EUA buscaram se listar em Hong Kong como uma forma de se proteger contra as tensões entre a China e os Estados Unidos.
No início deste ano, a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA adotou regras que impõem critérios de auditoria mais rígidos para empresas estrangeiras listadas nos EUA e, o descumprimento dessas normas, pode resultar no fechamento do capital para as empresas que violarem as regras.

Leave a Reply